Segue-nos por email

18/11/2011

O ano de 2011

Sala de ensaios
Os primeiros ensaios de 2011 trouxeram uma certeza. Era preciso compor novo material, assimilar algumas ideias e preparar alguns concertos.
Para trás ficava um ano em que nasceram temas como "Sonhos Desfeitos" ou "Redenção" e a prioridade foi o trabalho conjunto na sala de ensaios. O ano zero da nova década foi para nós um momento de viragem, não por alguma mudança, mas sim por deixar respirar o projecto, o que ficou bem patente pelas poucas aparições do grupo e onde só por uma ocasião foram apresentados os novos temas.
Semana Académica de Elvas
Mas se 2010 não foi um ano de concertos, este ano fazia todo o sentido apresentar os novos temas de norte a sul do país, dentro e fora de portas, pois não há banda que resista estar longe de um público que saiba balizar o trabalho desenvolvido.
O começo do ano ficou marcado pelo aparecimento de canções como "Senhor Doutor" ou "Sete Vidas de Cão", reflectindo um pouco das vivências de cada um e, sobretudo, o regresso à crítica social, num período em que falar de crises, troikas e afins se tornou moda.
Showcase FNAC Algarve Shopping
Em Maio, a habitual Semana Académica e da Juventude de Elvas foi parte integrante da digressão, mais do que tocar lá fora é preciso saber o que os da casa nutrem pelos temas dos Leapkick. Seria uma noite especial pelo profissionalismo da equipa de som, pela exuberante assistência, pelo convívio e por estarmos perante a estreia de um grupo da terra, o qual por sinal emprestou o seu vocalista para fazer uma perninha num tema da nossa autoria, sem que nada o prevesse.
Tampinhas Rock Solidário - Azevia
O contacto para um showcase no Algarve, em pleno mês de Julho, surgiu com entusiasmo, acima de tudo, pela visibilidade e reconhecimento que a Fnac confere às bandas portuguesas de músicas originais. Tratou-se de uma experiência, para nós, bastante positiva num contexto de concerto diferente, mais intimista e com uma assistência atenta e de diferentes gerações.
Raya Jovem Summer Fest 2011
Duas semanas depois, ainda em Julho, seguiram-se dois espectáculos em dois dias. Regressámos a Elvas e pela primeira vez à velhinha e acolhedora Sociedade Recreativa 1º de Dezembro, a popular Azevia, para um concerto solidário, conjunto com os MadeIn, com o propósito de angariar tampinhas para uma criança da cidade que necessitava de uma prótese para um dos membros superiores. Uma noite de emoções fortes, de música, carinho e afectos a demonstrar que os valores e a causa social é preocupação das bandas e instituições locais. No dia seguinte rumámos até ao Raya Jovem Summer Fest, em Campo Maior, num evento para o público de massas e especialmente dedicado à juventude. O alinhamento já consolidado com as experiências nos concertos anteriores serviu de base para os restantes espectáculos da tournée. Mais uma vez acompanhámos os MadeIn e ficámos a conhecer os campomaiorenses The Prozac e os seus originais em bom português.
Festas do Povo em Campo Maior
Um mês depois, mais bronzeados, com uma pausa pelo meio regressámos para uma noite nas Festas do Povo, novamente em Campo Maior, desta vez, inseridos num evento amplamente divulgado na Península Ibérica. O bar "Sai de Gatas" recebeu-nos num palco apertado, mas suficiente e bem apetrechado, para os temas inéditos dos Leapkick.
Casa Viva no Porto
Em Setembro subimos até à capital do norte do país. A invicta aguardou-nos para um concerto na Casa Viva, juntamente com os Circus Made The Town (Lisboa) e os Duas Semi Colcheias Invertidas (Lisboa).
Foi, até ao momento, um dos últimos concertos da digressão de 2011 que nos abre o apetite para o próximo ano em que vamos, certamente, prosseguir com a composição de novas datas e músicas.

11/11/2011

Balanço 2011 - Parte I

Casa Viva - Porto 2011
Amigos e companheiros brevemente vamos retomar a actualização do nosso blogue. Neste ano repleto de concertos, ensaios e gravações iremos partilhar convosco o nosso percurso pela estrada, depois de deixarmos de alimentar o blogue no último ano.
Com o aparecimento do facebook e consequente sucesso desta rede social foi lá também que fizemos amigos, fomos dando notícias e mostrando um pouco do nosso trabalho.
Pedimo-vos um pouco de paciência até actualizarmos o blogue para um novo modelo para que depois vos possamos ir mostrando pouco a pouco as peripécias deste 2011 em jeito de balanço já que o final do ano está aí.
Obrigado aos que nos vão acompanhando na vida real, na estrada e na internet.

08/12/2010

Natal com rock a meio gás em Elvas

Perguntarão vocês como é possível unir o Natal à sonoridade rasgada característica do rock. Pois bem isso é possível e em boa hora alguém pensou em realizar uma iniciativa com estes contornos na cidade de Elvas.
Sabemos pois que na nossa cidade quando se faz critica-se, quando não se faz critica-se e certamente a minoria, aquela que faz, terá razões para ser feliz. Porém, por vezes, há (in)felizes coincidências.
Quem nos conhece sabe pois que respeitamos todo o tipo de bandas, sejam elas de rock, de metal, de música tradicional ou até de jazz, que toquem músicas covers ou originais. Mas, em Elvas, teimosamente há quem finja esquecer o trabalho de quem apenas gosta de se divertir em cima de um palco, colocando eternamente diversos grupos musicais de parte, sem que pelo menos exista um contacto ou um simples "olá, como estão?". A atitude de aldeia e de ideias fechadas num sentimento de posse de quem se diz "melhor" do Mundo, mesmo que o talento exista e seja reconhecido pela crítica, é sufocante para quem anda nestas lides. Respira-se um ar diferente num local tão pequenino e cada vez mais desinteressante como na cidade raiana.
Sempre nos pautámos por primar pela diversidade e, em Elvas, é inegável que existe um sem número de bandas musicais, mais do que em qualquer capital do distrito de um interior esquecido. Invulgar? talvez! Mas isto é a prova de que o valor está cá, os grupos sobrevivem, no entanto, cada um no seu galho e ai daquele que se lembre de juntar no mesmo palco quem não interessa.
Parece ser o caso, os Leapkick, que até hoje, só não pisou o palco com os agora adormecidos Jed Dickens, esperamos que por pouco tempo, vocês prometem pessoal. Ainda assim, para dizer que pelas conversas parecem ser dos poucos, a par dos Bfor, em que a mentalidade está bem refrescada e em que a geração - um dia chamada rasca - é afinal bem mais interessante do que essa classificação sugere. Aos Leapkick, curiosamente, aquele grupo que tantos desejam ver pelas costas, foi atribuido um prémio de simpatia num rol de 10 grupos de Portugal e Espanha num Festival lá fora, pois claro, na zona centro do país. Sim, em Elvas, seria impossível ou improvável se no perfeito juízo se encontrassem outros grupos da casa. É apenas um exemplo, porque prémios? Valem o que valem, não os levantamos como porta-estandarte, muito menos do tamanho de um rolo de cozinha estendido pelo país fora.
Não sei se ainda se lembram dos Destino Oculto, a génese dos actuais Leapkick, e que já então nos apelidavamos de grupo rock, embora admitindo hoje que outras influências musicais também lá estavam. Todavia, os Leapkick são uma ou a banda rock de originais em português de Elvas, ainda assim, porque são miúdos ou até porque incomodam, são completamente ignorados por aquelas pessoas que em tão boa hora se lembraram de organizar uma iniciativa tão louvável como aquela que descrevemos quando iniciámos esta conversa. Natal + Rock + Elvas - Leapkick = Natal com rock a meio gás em Elvas. Recordem esta "dica" e vejam o quanto ignorados somos na cidade em que nos inspiramos para escrever os temas originais, onde ensaiamos e, a qual, levamos bem alto sempre que actuamos fora do concelho. A iniciativa está para se realizar, sem Leapkick, aquela banda de uns putos que até são de Elvas, que até tocam rock, que até estão nestas andanças desde 2003, mas talvez por isso não mereçam figurar em eventos que têm lugar em Elvas e, organizado em grande parte, por pessoas ligadas à música desta aldeia de broncos à beira mar plantado.
Fazendo jus ao lema de uma grande superfície de electrónica de consumo: "Eu é que não sou parvo".
Bom Natal para todos!
Leapkick

10/06/2010

Em Dia de Portugal, tema gratuito!

Ontem foi Dia de Portugal. A nossa forma de o assinalar foi disponibilizar o tema "Crise de Identidade" gratuitamente para todos vocês. A letra foi escrita em 2006, altura em que ainda pouco se falava de "crise", mas em que já havia plena noção de que o tempo dos Grandes Navegadores há muito havia ficado para trás.

»»» CRISE DE IDENTIDADE «««
(letra: xP / Música: Leapkick)

24/05/2010

Leapkick abriram para Tara Perdida

Na abertura da edição 2010 da Semana da Juventude e Académica de Elvas foi uma honra ter os BFOR a antecipar o nosso concerto e, depois, os Tara Perdida a fechar a noite.
Os Leapkick estrearam três novos temas (Vício de Viver, Sonhos Desfeitos e Redenção) e o resultado parece-nos positivo. Haverá certamente muitas arestas a limar, no entanto, ainda assim esperamos ter contribuido para a diversão dos jovens, dos menos jovens e ao fim ao cabo de todos aqueles que se deslocaram ao Rossio de São Francisco para a primeira noite da iniciativa. Também merecem uma nota aqueles que não gostaram e esperamos que tenha havido, afinal o nosso objectivo é chegar ao público mainstream e, para isso, é natural que a nossa música não tenha de ser bem acolhida entre todos.

Com o teste de som a começar um pouco mais tarde daquilo que seria esperado, devido ao atraso da inauguração do certame, queremos uma vez mais dizer que os responsáveis pelas escolhas deste novo palco e da empresa de som só podem estar de parabéns. Os técnicos super competentes, material de luz e som de boa qualidade e o palco com espaço suficiente para mover para fora do palco uma bateria montada num estrado amovível. Todos os pormenores contam para que um espectáculo corra sobre rodas. Pena que durante a tarde e instantes do espectáculo os camarins estivessem trancados, não permitindo mudar de roupa antes de subir ao palco ou um qualquer minuto de concentração. Não sei se foi assim nos restantes dias, se foi não nos pareceu muito bem. Mas um pormenor não belisca sequer o bom ambiente no seio da banda, ansiosa por mostrar as três novas músicas e o restante alinhamento.

O concerto correu de feição. Nos primeiros temas houve alguma dificuldade em equilibrar o som das guitarras (pelo menos em palco), mas nada que ao 2º ou 3º tema estivesse já resolvido. Algo que não estava previsto era a gravação audio do concerto e foi quase por acaso que isso aconteceu. Esperamos revelar daqui a algumas semanas uns trechos da actuação. Os vídeos também existem, no entanto, somente de três a quatro temas e como o som não está nada de especial é pouco provável que sem uma mistura de som e vídeo conheçam a luz do dia.

Nota positiva: O público. Para uma segunda-feira compareceu em bom número, algo que não esperávamos por se tratar de um dia de semana.
Nota negativa: Nada a assinalar.

O resto só com a vossa opinião lá chegaremos. Publicamos tudo o que são opiniões positivas ou negativas, desde que identificadas e sem mensagens com conteúdo impróprio:)

09/05/2010

Leapkick em concerto

Os Leapkick vão estar presentes no primeiro dia da edição 2010 da Semana da Juventude e Académica de Elvas. A 17 de Maio (segunda-feira), a banda de originais rock em português estreia três temas inéditos ao vivo, aliás, as músicas podem já ser ouvidas no facebook, myspace e blog do grupo, no entanto, em concerto será a primeira vez que as tocaremos, vamos ver como resultam...
Tivemos também um enorme prazer em conhecer os Bfor, uma banda de covers rock de Elvas, que esteve num dos nossos ensaios na semana passada. Há melhor do que juntar convívio e música no mesmo saco? Os ensaios esses têm vindo a decorrer desde há largas semanas, fazendo com que surjam novas ideias ainda por mostrar, mas que estão bem encaminhadas. Regressando à Semana da Juventude e Académica da nossa cidade vai ser uma grande montra para as bandas locais, não faltam os Innersight, Vinil, Jed Dickens, Bfor, XPCovers, Sem Origem e Dem Boys Click.
Além deste concerto, estamos já a programar um outro no próximo dia 9 de Junho (véspera de feriado) em Gouveia. Os detalhes serão avançados lá mais para perto do concerto, até porque estamos ainda a acertar pormenores. No dia 19 de Junho, estava prevista uma actuação com os Face Oculta na SIR, em Elvas, no entanto, devido a incompatibilidade de agenda não vamos por estar, nesse dia, na renovada colectividade elvense.